Existem dois tipos de vida. Uma orientada pelo medo; e a outra, orientada pelo amor. A vida orientada pelo medo não pode nunca leva-lo a um relacionamento profundo. Você permanece no medo e não aceita o outro – não pode aceitar que penetrem no seu âmago mais profundo. Até um determinado ponto você aceita o outro; além desse ponto um muro vem e tudo estaciona. Perceba… A pessoa orientada pelo amor é aquela que não tem medo do futuro, não tem medo dos resultados e consequências. É isso o que Krsna diz a Arjuna no Gita: Não se preocupe com os resultados – não pense sobre o que acontecerá depois. Apenas esteja aqui, e aja totalmente. Não planeje. Um homem orientado pelo medo está sempre calculando, planejando, manipulando. Toda a sua vida é perdida dessa maneira.

Categoria: Etiqueta: